O jundiá ensaboado e a lesma no cio

Se você, como Esquerda, respeita Lula, ama Lula, o tem como ídolo, mantenha a posição firme. Lute por ela. Não se entoque como um jundiá ensaboado, não escorregue como uma lesma no cio. Se desejas erguer uma estátua a ele, aperte o número e confirme. Se tua visão de país, de sociedade, de família permite... Continuar Lendo →

A Esquerda acordou um Gigante

Quando o exército japonês atacou a base naval de Pearl Harbor, na costa americana, em 7 de dezembro de 1941, deixando mais de dois mil mortos para trás, praticamente forçou a entrada dos EUA na Segunda Guerra. Na época, o comandante da invasão, almirante Yamamoto, largou um frase que ficaria para a história: "Receio que... Continuar Lendo →

Poema de uma data

Aos mestres que transcenderam, minha admiração! Àqueles que fazem da profissão escada apenas, meus pêsames então! Que arda onde antes ardia. Que resista dentro o professor de verdade, aquele que olhe a cria na frente sua com a responsabilidade do fecundador, com o amor que permeia o sal da terra. Porque o professor é, antes... Continuar Lendo →

A bunda gulosa e barata do jornalismo jihadista

Foi o exército brasileiro executar exercícios de treinamento entre os dias 8 e 22 de setembro, como simulação de uma guerra entre dois países na Amazônia, que a imprensa terrorista, a pelega, aquela que parasitou bilhões do dinheiro do cidadão durante os corruptos anos da Esquerda no poder, estrategicamente caiu de pau no governo. Ora,... Continuar Lendo →

A tola segurança de pensar como rebanho

Tem a ver com sentir ser parte de algo, com sentir-se acolhido, encaixado dentro do ninho, com ser reconhecido pelo grupo e deixar de ser apenas um indivíduo, um número, um coadjuvante, um invisível. Estou me referindo a pensar como pensa o grupo, o rebanho, a manada, o bando, a alcateia, a companheirada, seja lá... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑