O carniceiro arma o bote

A decisão do TSE em liberar Temer, mesmo com claras provas de envolvimento com o crime, além de profanar a moral, além de jogar cocô na bandeira brasileira, além de mostrar para o mundo civilizado que no Brasil o sistema judiciário é criminoso, fez o carniceiro de Garanhuns sair do esconderijo e mostrar as garras pontiagudas e oportunistas.

Lula teve o desplante de aproveitar a decisão bandida do TSE, para vislumbrar uma chance de jogar fumaça na manada que assiste a tudo do pasto, absolutamente alheia ao perigo que o país está correndo.

O predador, o facínora, o profeta dos lunáticos, mesmo em meio ao um mar de safadeza, mesmo tendo estuprado uma geração inteira de tolos, encontrou a chance para soltar uma frase que é como uma ofensa grave: “as instituições sofre (sic) de falta de credibilidade”. O Supremo Tribunal Eleitoral podia dormir sem essa. Ser admoestado por um cafajeste de dimensões planetária, com um passado presente digno de um terrorista.

E Lula ainda teve a coragem, vejam como está o caráter deste homem, de lascar “Nunca o Brasil precisou tanto do PT como está precisando agora”, num evento de posse do diretório paulista da agremiação em SP. Aliás, o Partido dos Trabalhadores não se respeita mesmo! Esse sujeito deveria ter sido expulso há muito tempo, mas não, o nível de fanatismo, a fé desmiolada e o famigerado paradigma são muito maiores do que os cérebros. Cansei!

Cadê os intelectuais? Os caras que estudaram? Como é possível estudar tanto e se submeterem dessa maneira a um indivíduo que usou a bandeira de esquerda para enriquecer e rir dos companheiros abatidos no caminho?

O Al Capone brasileiro, num arroubo de insanidade ainda trovejou para a plateia de abobados “Nós sabemos como fazer a economia crescer, como criar emprego”!!! (sic). E não contente com as asneiras, os fiéis quase gozaram quando Lula sapecou “Porque quando a gente chegar lá, a gente vai ter que desfazer tudo o que eles estão fazendo”! (sic)!

Acredite, o partido fica de bunda exposta ao falo nordestino do fechador de porta de fábrica e pede desesperadamente “Põe, amado soberano, põe que somos suas putas desvairadas, somos a Geni de Chico Buarque de Holanda, lambuze-se com as nossas entranhas, pois ali está o nosso cérebro”! Ave, imperador Lula, nosso chefe supremo! Nosso Aiatolá, vem nos atolá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: