Marcar peles e sorrir como humano

Parece-me, cada vez mais nítido, que o conceito de decência está irremediavelmente morrendo de hemorragia. Fizemos um corte pequeno no pulso da Ética para vê-la morrer devagar, sentindo a vida sumir pelo chão, enquanto se observa impotente a derrocada da existência humana.

É dessa maneira que resolvi tratar o assunto dos animais que marcaram a testa de um adolescente de 17 anos com uma frase de efeito, para se vingar de um ato errado, como simplesmente tentar roubar uma bicicleta.

O dano à dignidade do homem em Deus chegou a um nível de decadência tão eloquente, que uma bicicleta foi o gatilho para acionar dentro do indivíduo um processo de fúria selvagem tal, que o resultado foi uma testa tatuada com a frase “Eu sou ladrão e vacilão”.

Nesse instante o ser humano foi nivelado a um bicho que precisa ser marcado para que possa ser avistado e recapturado caso resolva fugir. Como chegamos a este estado de insanidade? Como chegamos ao ponto de entendermos que agindo dessa maneira alucinada, de alguma forma estamos fazendo justiça, lutando pelo Bem, fortalecendo laços com Deus?

Aliás, a derrocada da decência, a instabilidade humana, a ferocidade que sangra os olhos dos humanos, a ira descalibrada, tem a ver não com os descompassos filosóficos, com as fraturas sociais, com as diferenças culturais, mas sim com o distanciamento de Deus.

Não dá para nos tornarmos bandidos para acharmos que assim estaremos combatendo melhor os bandidos. A harmonia é a única esperança para a raça humana. É um belo desafio sufocarmos dentro de nós o desejo pela vingança, pela retaliação. Porque é mais fácil sermos brutos sempre. Não importa pelo que estejamos passando, nunca a Lei de Talião funcionou por onde foi implantada.

Então, respirar com calma, contar até 10, resistir à sede de sangue, transcender o mal e evoluir apesar dele é ainda a saída mais inteligente. Mas, concordo, não é fácil. E não tem que ser mesmo! Existe uma grande peneira que se chama Deus. Mesmo que alguns, tolamente, desconsiderem sua existência.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: