Vice agora tem valor

A ascensão de Temer, vice-presidente, no lugar de Dilma, presidenta deposta, deverá mostrar ao eleitor que a figura do vice não é mais tão secundária numa eleição. Temer mudou a cara deste fenômeno cultural brasileiro.

Ao assumir uma gestão catastrófica sob todos os aspectos, o ex-vice perdeu uma excelente oportunidade de deixar uma impressão digital histórica. Temer conseguiu ser pior do que sua antecessora, pois sua genética ética já estava comprometida.

Mergulhado num oceano de escândalos criminosos dos mais variados gostos, o atual presidente se atracou a fazer bobagem em cima de bobagem, coroando uma geração de políticos insanos.

Eu estou numa fase que não busco mais um gestor competente quando elejo Executivos públicos para o meu país, mas um gestor decente. Já está me bastando que o indivíduo seja de boa índole. Porque nosso problema reside aí. Somos uma “metamorfose ambulante” que inventou de andar para trás, que inventou de buscar milagres para o que não existe e pior, erramos o messias.

Ao invés de entregarmos nossas esperanças e o futuro das nossas crianças para seres de Deus, ousamos nos achar deuses e preferimos entregar nossa amada nação nas mãos de ladrões, vendedores, corruptos. A mesma corja que apanhou de Jesus Cristo a laço, quando usava a igreja para fazer comércio, é a mesma corja que recebeu de graça os destinos de conduzir uma nação de mais de 200 milhões de viventes.

A partir de agora, o mínimo que se espera do brasileiro que paga a conta é que tenha aprendido a lição. Sem trabalho árduo não há recompensa que valha. E isso vale principalmente para os alucinados espalhados nos movimentos dos Sem Terra, Sem Teto, Sem Vergonha na Cara, Sem Medo de Lesar a Pátria. Movimento dos Bolsa Paletó, Bolsa Viagem, Bolsa Aluguel de Graça, Bolsa Frutinha em Calda, Bolsa Multiplicação Milagrosa do Salário…

Se vamos recomeçar do zero o país, que seja recomeçar do zero da mudança mental. Se vamos partir para o novo cheios de mandingas e ideologias facínoras é questão de tempo elegermos pilantras para nos comandar. Lembremos que temos na genética cultural essa tendência de sermos senzala-pseudo-chique. Lula esteve lá, Dilma também esteve lá e Temer infelizmente continua lá com a maior cara de pau do mundo político. Esse realmente solta serragem quando faz a barba. E não é pouca!

Olho no vice daqui pra frente!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: