Filho da Ideologia da Culpa senta no colo do namorado e mita

Recentemente, mais precisamente em junho deste ano, se repetiu um fato que é corriqueiro nas escolas: alunos confrontando lunaticamente uma diretora de escola pública. O caso ganhou repercussão em rede nacional devido a forma desrespeitosa que a diretora Hévila Cruz foi tratada.

Lembro deste caso como um alerta aos apologistas da permissividade ideológica nas escolas. O aluno em questão representa em carne, osso e fúria a postura derrotista da imbecilidade chamada Pedagogia do Oprimido, de Paulo Freire, o intelectual que foi catapultado a nível de deus, assim que a estratégia do Fórum de São Paulo pode cravar suas unhas pontiagudas na vida nacional.

A galope da estupidez sociológica freireana que o intelectual implantou na Educação brasileira, a atitude desafiadora do fedelho encontrou respaldo na soberba e confusa ideia de liberdade e evolução.

Lembrando da escaramuça, o jovem estava sentado no colo do “namorado” quando a diretora solicitou que ele não fizesse aquilo em sala de aula! Pensa bem, em sala de aula! Um vídeo que circulou na mídia mostra o entrevero que se estabeleceu. O maluco filma a diretora pedindo para que ele saia de cima do colo do namorado, enquanto, num ataque de mimosa enfurecida, esculacha a diretora na frente dos demais alunos perplexos, acusando-a de “homofóbica”. Se lhe interessar, e aconselho, pesquise no youtube que está lá. A cara da sociedade brasileira educacional atual com todas as suas cores.

Taí o que você queria! A covardia docente que se rendeu sem ao menos lutar minimamente contra a implantação da farra da horizontalização hierárquica agora sente na pele o retorno de sua inação. Isso a “Pátria Educadora fez: jogou a disciplina na lata do lixo e corrompeu a relação básica de comando dentro do educandário.  Só poderia mesmo dar no que deu.

A diretora pediu ao desequilibrado que mantivesse na sala de aula uma atitude condizente com o ambiente escolar. Imagina isso acontecendo num colégio militar…! Rsrsrs! Iria ser bonito de ver.

Pois bem, por que mexi neste assunto? Para que não digam por aí que estou perseguindo Lula, uma oração bem típica da caderneta leninista, já que o aluno sentador e orador foi um dos que estava presente ao evento de recepção a Lula em Mossoró-RN. O rapazola é PT roxo.

Ou o adulto assume sua condição de adulto, ou a baderna institucionalizada vai sobressair nos educandário. Porque, como era de se esperar, a geração da Ideologia da Culpa já assumiu seu lugar de protagonista e os adultos foram expurgados para as senzalas. Na Casa Grande, reinam os fedelhos sentados no colo dos seus namorados enquanto distribuem castigo a adultos-crianças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: