Filhos do ECA são os marginais do presente-amanhã

A capital paulista vive, como quase todas as grandes cidades, com uma epidemia de violência que já se pode considerar incontrolável. Um monstro que não tem mais jeito de ser abatido. Pelo menos é o que mostra a terrível realidade social pelo planeta. E, no Brasil, ainda motivado pela Ideologia da Culpa que nos vimos arrastados na garupa de uma ideologia política barata, estúpida e absolutamente infantil, principalmente as crianças-criminosas e adolescentes-criminosos já são um exército que não para de crescer.

Uma recente modalidade de crime perpetrada por gangues de criminosos infanto-juvenis é a invasão de condomínios para furto em apartamentos. São pirralhos de 11 e 15 anos de classe média, muito bem vestidos, portanto celulares caríssimos e roupas de marca, que entram pelas portarias dos grandes edifícios, sem violência aparente, mas com muita experiência na prática de roubo. Ah! São garotos já conhecidos da polícia por uma coisa em comum: são os filhos do Estatuto da Criança e do Adolescente, uma cartilha oficial do governo brasileiro que estimula a indisciplina, o crime, a impunidade, a total permissividade ao lado perverso de se viver.

E são criminosos que sabem o que querem. O objeto de suas aventuras ilícitas é quase sempre tablets, celulares, jóias, bebidas, bolsas de grife, entre outros. Entram e saem com a maior tranquilidade. Um dos garotos já passou ao menos três vezes pela polícia. Como não usam de violência, por terem o corpo ainda franzino e terem famílias, os meninos quando apreendidos não vão para as fundações corretoras, mas voltam para casa, levados pelo caminhãozinho da esperança chamado Conselho Tutelar.

Mas estamos tão perdidos no meio de uma sociedade infantil, tola e irresponsável, que tem gente dentro do próprio organismo da Justiça que considera o ECA algo de que se possa orgulhar. O Estatuto é uma chancela para o crime e profissionais que levam e trazem pirralhos criminosos nas noites e dias que não cessam, ainda conseguem encontrar uma justificativa para o irracional.

Então é justo dizer que o ECA se transformou numa Escola do Crime, já que protege com a desculpa da idade prematura, crimes de toda sorte. E os Conselhos Tutelares são o transporte, o rabecão à prova de bala que carrega pilantrinhas que já domaram seus pais idiotas. Tudo porque adultos que não tem cérebro de adulto, nem ética de sabedoria, acharam que é mais fácil estimular o crime nos aprendizes, do que punir para estimular o outro lado, o lado da disciplina, o lado da corresponsabilidade, o lado do compartilhamento, o lado do dever.

O ECA não protege as crianças e adolescentes, ele protege o crime e as delícias de poder praticá-lo viajando na Primeira Classe. Que belo Brasil vai acordar assim que o sol se pôr!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: