Uma farsa canhota brasileira

Amiúde tenho dito que a Esquerda brasileira é uma farsa, um 171 clássico, uma armadilha, porque nasceu de uma espetacular mentira inventada por intelectuais convictos e espalhados em posições estratégicas da Educação tupiniquim.

Agora, finalmente, isso tudo começa e vir à tona. As falcatruas, as doutrinas encomendadas, as orações ditas com convicção doentia nas manhãs e tardes escondidas escolares pelos instrutores de história que as universidades brasileiras montaram cuidadosamente após a Ditadura Militar, incutiram falsidades românticas de uma Esquerda lutadora, salvadora do proletariado(sic), autoproclamada de Nova Verdade.

A intenção nunca foi a busca pela verdade, para daí sim reformar um país, mas principalmente mudar um Capitalismo estilo Americano e colocar no lugar um Comunismo Cubano, com doutrina sugada da União Soviética e China. Aí está a verdade sobre a Esquerda nacional. Ela nunca foi honrada, porque seu desejo e sonho de consumo era apenas destruir algo que incomodava meia dúzia e implantar um chip que hipnotizava meia dúzia.

O comunismo é, de longe, o sistema mais pérfido inventado na história humana. Ninguém matou tantos como ele. Nem juntando todo o estrago feito pelas bombas lançadas nas guerras se matou tanto. O comunismo é a escória mental, o dejeto ideológico, a pequenez traduzida em estratégia de poder, a fuga da realidade coletiva para um mundo particular, inoxidável oportunista e tirânico. Como algo que matou tanto para ser implantado pode ser algo que provém do Bem?

Os professores de história contaram à exaustão do mal que a política neoliberal promoveu, como fome, disparidade social, miséria, etc. Mas não contaram que, para estabelecer o comunismo a União Soviética matou 20 milhões, a China 65 milhões, o Vietname 1 milhão, a Coréia do Norte 2 milhões, o Camboja 2 milhões, os Estados Comunistas do Leste Europeu 1 milhão. Na América Latina 150 mil, na África 1,7 milhões, no Afeganistão 1,5 milhões… Os dados vêm da obra coletiva de professores e pesquisadores universitários europeus “O Livro Negro do Comunismo: Crimes, Terror, Repressão”.

Como tudo que nasce de uma mentira é efêmero, fútil e fraco, o Brasil quase foi destruído para alimentar o paradigma da meia dúzia. Imaginemos um Brasil cubano! Um Brasil chinês, onde meia dúzia ditam o que você pode dizer, comentar, usar, comer, beber, pensar. Imagine!

Então, cuidado com os professores de história que vossos filhos ouvem no dia a dia. Pais, procurem saber quem são, que tipo de conteúdo eles professam, que tipo de “verdade” sai da boca deles. Leiam os livros que seus filhos leem. Professores de história podem ser o início, o meio e o fim de algo que está por vir e que pode ser letal.

E foi o comunismo que deu origem às políticas sociais brasileiras implantadas por Lula. Foi daí que o Garanhão de Garanhuns bebeu, comeu e defecou. Foi daí que saiu a doutrina social de dominar pelo estômago, conter pela delícia de dividir lavagem, porque meia dúzia já pensaram o mundo por todos. O futuro já foi escrito na cabeça da Meia Dúzia de profetas.

Repare que, da Meia Dúzia, um que outro está na cadeia, mas os outros moram em casas estupendas, viajam, montam partidos onde são coronéis, desfilam em carro do ano, nadam com os golfinhos, são novos ricos de palestras vazias caríssimas, são donos de móveis e imóveis, carregam dinheiro em espécie que nem a Casa da Moeda tem, comandam estatais e garantiram o tal de Futuro para seus filhos, netos, noras e genros.

E você se surpreende porque quebramos um dos mais ricos países no planeta? Eu não!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: