A necessária miséria eterna

Se você tem telefone fixo em casa, certamente já recebeu ou está recebendo, às vezes, diariamente, aqueles telefones tipo Legião da Boa Vontade, pedindo doação para acabar com a miséria no planeta. Pois é o tipo de doação mais danosa à evolução humana no planeta.

É uma grana que apenas e tão somente engorda a miséria porque não trata nada, não modifica nada, e tão somente alimenta máquinas de fabricar crianças, verdadeiros úteros sociopatas, falos imparáveis que despejam sêmen como o vento semeia pólen alucinado para garantir a multiplicação da espécie.

Se você é um desses beneméritos que doa dinheiro para esse tipo de entidade, pare! Você não está ajudando nada, a não ser engordar contas bancárias que alimentam a miséria e se alimentam dela. Seguramente, na sua cidade, têm entidades com focos mais inteligentes, mais cidadãos. Inclusive dinheiro que você pode rastrear sua efetividade ética.

Não será pelo estômago. Não às tripas! Não aos intestinos! Temos que cuidar é do cérebro. Alimentar a miséria e lutar contra ela são duas ações opostas. Enquanto liberamos dinheiro em toneladas para sustentar, por exemplo, a milenar tragédia africana, o continente permanece nos devolvendo bocas para alimentar e travessias suicidas para sumir de uma Terra tribal, pré-histórica, autodestrutiva.

Em Concórdia, por exemplo, tem entidades como o Rotary que investe em ensinar a pescar, bem ao contrário de inúmeras ONGs que preferem viver no tempo das cavernas para contribuir com a miséria e não seu combate. Porque a miséria é um grande negócio!

E você foi carregado para dentro deste furacão de propósito. Com o advento do Politicamente Correto, rebocado pela Ideologia da Culpa, você foi treinado por uma mídia sensacionalista a sentir culpa pela miséria alheia. Você é culpado do sistema tribalista africano. Principalmente você, do Ocidente, que teve a culpa de nascer branco, você que estudou e pagou pelo seus estudos trabalhando de 8 a 12 horas por dia. Você é culpado de produzir como um louco para não passar fome. Porque você passar fome é permitido, mas eles não!

Você é culpado das mulheres africanas se vingarem da sua miséria milenar produzindo bebês que jazem murchos mamando peitos murchos televisivos, enquanto homens esquálidos mas furiosos não cessam de produzir sêmen em quantidades incríveis, em insaciáveis cópulas culturais imbatíveis.

Você é culpado por existir e deve pagar sua cota alimentando intestinos que são, como que por milagre, capazes de produzir vontades sexuais libidinosas. Você é culpado e deve sustentar governos africanos pestilentos para suas populações manadas. Porque se você não fazê-lo, vai queimar num fogo de inferno inventado por parasitas ideológicos oportunos. Seu suor deve sustentar estropiados de todas as matizes, que reproduzem furiosamente em campos de refugiados, como se ganhassem para isso.

Você deve pagar o médico sem fronteira, a vacina, se possível com o dinheiro das horas extras, porque não importa quantas horas extras faça nem quanto dinheiro você desove mensalmente durante uma existência inteira, você não estará lutando pelas pessoas, você apenas estará engraxando as engrenagens de incubadoras incrivelmente produtivas e resolvendo questões sociais de governos canalhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: