O rap de uma Nação

Fizeram um país sangrar
Roubaram sua alma nacional
Trouxeram o Mal para o Poder
Te fizeram aprender a esquecer
Compraram uma Justiça particular
Um Congresso Nacional se corrompeu
Assaltaram sem dó a Previdência
Construíram um lodaçal de indecência
O pior inimigo do Brasil
É um brasileiro irracional
Pois sua capacidade de refletir
Se compara a uma formatura de abobados
Negociaram soldados com empresários amigos
Cotas velhacas de associação ruim
Porque fins justificam os meios
Se os meios justificam o fim
Os atores ainda são os mesmos
Bandos de chacais cercando corpos
Vivos e mortos se misturam na pradaria
Numa guerra de opiniões deturpadas
Seduzidas, Estatais foram corrompidas
Hospitais esfolados tiraram vidas
Enquanto uma Educação formava zumbis
O Brasil ruiu em vários podres Brasis
Exemplos milenares de moral
Atirados no lixo com frenesi
Serpentes, lobos e vampiros pelegos
Ergueram sem medo castelos de satãs
Nove-Dedos e uma Biruta Vã
Armaram um circo repleto de palhaços
Juntaram-se a Partidos oportunistas
E o Brasil virou um Ptmdbpsdbcomunista
Refrão
Aprende, animal, a eleger quem presta
Não tenha pressa, reflita, argumente
Compare, repense, treine a mente em desalinho
Porque você é único, seu voto é vital
Votar é oportunidade, uma chance real.
Tua mãe pátria pede socorro
As crianças merecem uma nação decente
Resista ao mal, projeto social é trabalho 
Aprenda a votar, caralho! 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: