Uma poesia tricampeã

Passam voando, cortando o espaço e tempo

Nossas meninas do vento de um handebol concordiense

Sobraram em quadra transpirando talento

Por momentos, dava para sentir a bola exibida

Sorrir divertida carregada por mãos sublimes

Pra dentro da “gaveta” do gol, se encaixando perfeitamente lá

Pernas torneadas, corpos esguios, lindos corpos esguios

E as meninas do handebol superaram a própria superação

Um time tinhoso, amoroso, fogoso

Botou fogo na alma do povo do meu ninho

E fez 2018 quase em desalinho terminar sendo tri da Liga

Medina no Mar, as Meninas na quadra

Mãos na água, mãos na bola certeira que voa imparável

Lindas meninas notáveis, minhas heroínas juvenis

Agora é esperar que esta bravura contagie o meu Brasil.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: