Variação de uma Poesia Tricampeã

Corpos esguios, cortando o vento e o tempo

Corpos esguios, na supremacia do treinamento

Corpos esguios! Dío Madona, um time de corpos esguios!

Vio, eu falei esguios corpos, pórco!

De vero, até o Schneider tem o corpo esquio, que non precisava

Ma veramente mesmo, o Vernise também tem o corpo esguio

Ma, díozene! Essa gente non come!

E pra piorá, inté mesmo o Marcão, tem, de certa forma, o corpo esguio!

Ma é visto que nunca comeron un grôstoli de massa de pão na vida

É uma epidemia de corpo esguio que dá nojo!

Praga de gente que non engorda nunca. Son magro e pronto!

Bem, son compeon, então, vomo dá um desconto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: