A decadência de um Chico Francês

Como o sujeito se sujeita a detonar uma história musical impressionante em detrimento ao dogma ideológico pessoal não me entra na cabeça. É como “beber uma bebida amarga, tragar a dor, engolir a labuta”.

Imaginar que uma cabeça privilegiada como a de Chico Buarque de Holanda pudesse se contentar em, no fim da vida, ser alto falante de Lula e sua Particular Esquerda Nociva, enquanto vagueia rico por uma Paris perdida no tempo e uma França perdida de si, me faz ver que a arte nem sempre é feliz para com a humanidade.

Porque a arte deveria ser uma linguagem que propicie, no mínimo, a evolução pessoal. Chico se perdeu completamente. E se perdeu do seu país. Hoje dá para ver claramente que ele ama mesmo é a França e Lula. Não exatamente nesta mesma ordem. Mas temos Vinícius, Pixinguinha, Noel Rosa, Tom, Djavan, Dolores Duran… São tantos que Chico deve mesmo é ficar na França. Obviamente, o Brasil nunca foi sua primeira opção. O “poder” que ele dizia que lutava é o mesmo lixo que ele hoje lambe apaixonadamente. Numa devoção alarmante!

Se o artista se entrega desta maneira, mesmo sendo açoitado pelas verdades ululantes, ao domínio de uma seita como a do PT, o que exigir da pessoa comum? Mas pior! O artista se submete ao desvario, sem sequer sentir vergonha. E carrega no seu bolso um santinho com a figura de um ex-presidente, que conseguiu ficar milionário em oito anos “dando palestras”.

Uma coisa é fato: Chico odeia o Brasil! Sempre odiou! Um poeta fake, idiotizado por um pelego sindical com o primário fraco e excelente liderança facínora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: