Os jihadistas da Amazônia e seus rabos venenosos

O que está surgindo de “ambientalista” nos últimos meses no Brasil é impressionante. Mas até há bem pouco tempo havia um silêncio constrangedor! Antes, a Amazônia era um Estado quase inexistente para boa parte da população. Porque boa parte dela estava preocupada em dar sustentabilidade a facínoras de estrela, foice e martelo no lugar do coração.

Trocou de governo, mudou o olhar, e uma falange de jihadistas, antes totalmente capanga de governos companheiros, se atira na linha de frente com suas metralhadoras alucinadas distribuindo balas para todo lado. Seria apenas lamentável, se não fosse tão nocivo ao país.

Os inimigos da pátria não se cansam de espezinhar a nação, se mancomunando com hereges europeus que não conhecem o país, mas apenas interesses numa das áreas mais ricas do planeta.

O meu país não precisa de inimigos fora daqui, pois já os têm em profusão dentro do seu seio. O meu país é refém de uma legião de fuzileiros inimigos espalhados pelas redes sociais e imprensa em geral. O meu país está se afogando com uma gentalha, um exército de piratas mal amados, hipócritas, fanáticos, parasitas contratados por uma ideia. Este é o legado mais pestilento que a Esquerda deixou como herança.

De mimimi em mimimi a vida nacional é açoitada diariamente com escorpiões que destilam veneno com o rabo por onde passam, assim que Bolsonaro abre a boca. Porque a preocupação desse harém canhoto é provocar confusão, alimentar uma nação em transformação com o caos. E para isso vale tudo!

A Amazônia é o mais novo mimimi dos aracnídeos com o rabo letal.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: