Poema do cérebro e suas possibilidades

Há mais de 100 trilhões de sinapses no cérebro humano. Na Via Láctea, pra quem não sabe, latejam apenas 100 bilhões de estrelas. Eis a plenitude de poder da mente humana, sua dimensão é muito maior do que uma Via Láctea inteira.
Mas, com essa capacidade astronômica, perdão pelo trocadilho, pulsando dentro do crânio privilegiado, o homem se sujeita gerações inteiras a ser manipulado, como se dentro deste espetáculo de potência houvesse um dano permanente que anula boa parte deste poder e o transforma num oportuno idiota a ser usado por um Poder oportuno.
Com tal poder dentro de si, tem gente que elege e reelege bandido. Gente que se torna pelego de canalhas, gente que se submete à vergonha de se deixar tanger como gado. Gente que mata por acreditar no vil. Gente que ama a escoria e odeia o Brasil.
Com tal poder dentro de si, tem gente que não consegue traduzir duas palavras com inteligência crítica, gente que doou sua alma há muito ao ignóbil. Gente que, imóvel, se despreza tanto como autor de si, que se contenta em ser chão para outros pisarem, desde que o chão lhe traga algum ganho oportuno.
Então, aquelas 100 trilhões de sinapses agora viraram mito! Onde antes havia possibilidades infindas, há agora gente que se submete com ferocidade, ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: