Educação militar é uma saída, não todas elas

Para os tapados que não conseguem olhar a realidade e fazer uma análise inteligente do fenômeno social, lembro em letras garrafais: NÃO EXISTE PEDAGOGIA SEM IDEOLOGIA! É só seguir a história da humanidade e constatar que a metodologia educacional é uma das estratégias que instrumentaram o Poder.

No Brasil, não deu certo. Porque não deu certo em lugar algum. O advento da Esquerda deformou o que não precisava porque precisava disso. Ao invés de liberdade, libertinagem. Ao invés de evolução, destruição do padrão familiar e uma nova moral amoral. Ao invés de ciência, experimentação!

São os números que mostram isso! Olha os juízes e suas sentenças! Os engenheiros e suas estradas de vida útil ridículas! Os políticos e suas decisões! Olha o corporativismo criminoso que drena o país! Olha os intelectuais, os palestrantes, os gestores públicos, os gestores empresariais! Olha os mestres que se estabeleceram!

O resultado que essa Educação de hoje está entregando para a sociedade é de gente que não sabe mais interpretar, calcular, criticar, seguir ordens, lutar por direitos éticos, interagir socialmente com critério. E aí vem os detonadores de plantão para berrar enlouquecidamente contra a intenção de criar escolas militares! Os detratores, carregados de paradigma esquerdopata, chamam de “idiotia”.

Diga que escola militar é idiotia para os alunos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica! E compare-os com os das faculdades e universidades brasileiras. Compare com os colégios militares! Certamente não poderemos contar com alguns professores para os próximos anos. E aí entra a qualidade dos pais! Porque professor é apenas uma parte da equação. Enquanto os pais foram pais de verdade, professores eram companheiros de trincheira. Hoje pais e professores são estranhos.

O certo é que levaremos umas duas gerações para recuperar o que perdemos. Estou falando de tempo. Perdemos um tempo precioso. Enquanto escrevo este texto, que ironia, sai a última análise do MEC e meus cabelos arrepiam: somente 3% dos cursos superiores particulares e 29% dos cursos federais atingiram nota máxima na aferição do Ministério da Educação! São números africanos!!! Os dois juntos dão meros 32% da formação superior brasileira. Um lixo de formação! Uma vergonha! Um uso ridículo de dinheiro do contribuinte, fruto de uma preparação medonha lá atrás!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: