Uma horta estéril

Segundo Lula: “Eu, de vez em quando, falo que as pessoas achincalham muito a política, mas a posição mais honesta é a do político, sabe por quê? Por que todo ano, por mais ladrão que ele seja, ele tem que ir pra rua encarar o povo e pedir voto. O concursado não. Se forma na universidade, faz um concurso e tá com um emprego garantido para o resto da vida”.

Quando ele disse isso, a militância, a pelegaiada, simplesmente sumiu das redes sociais. Professores, doutores, intelectuais, sindicalistas, federações sindicais, artistas, centrais sindicais, ONGs e derivados gritaram um silêncio ensurdecedor.

Por isso falo com vontade o quanto o esquerdopata é sem noção, uma gente inconfiável, lunática, jihadista, estratégica, maquiavélica, furiosa, oportunista, simplista na argumentação, pistoleira de aluguel e inimiga do meu país.

Nada se salva nessa horta! Tudo o que sai dela sai envenenado, corrompido. Gente que ama o país, faz dieta quando só tem este tipo de alimento à venda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: