Thomas Giuliano expôs muito bem a farsa da Pátria Educadora

Os números são absolutamente inoxidáveis quando analisamos o resultado do projeto “Pátria Educadora”, principal arma do Foro de São Paulo e por consequência da Esquerda Nacional.

Descemos a ladeira no quesito crítica social, cálculo, análise filosófica, testes internacionais da qualidade do que ensinamos nas escolas e universidades. Os números não mentem. O socialesquerdismo daqui fez o país despencar na absorção de conhecimento, tudo estrategiado pelo pilantra Paulo Freire.

No livro “Desconstruindo Paulo Freire”, Thomas Giuliano desnuda este farsante. E eu, fico feliz, porque não estou sozinho quando considero este profeta canhoto, uma aberração brasileira com a qual presenteamos o mundo.

Diz Thomas, “Paulo Freire entendia que um dos papéis da educação era a libertação. Mas não foi ele que inventou que educação liberta; Aristóteles e Platão escreveram sobre isso.

É como se a história brasileira fosse um caos, e ele aparecesse como um profeta. (…) ele apresentava que a história do Brasil era uma história formada por alienação, desigualdades, opressão (…) e que a sua pedagogia, de fato, deve ser o meio para libertar o aluno.

Você liberta para algo, e qual o algo de Paulo Freire? É uma atuação, dentro da sua visão de mundo, em que o aluno deve ser o agente transformador. Se a sua família tem componentes afetivos, burgueses, o aluno deve sair da escola, entrar dentro daquele espaço e transformar aquele meio.”

E, obviamente, desconstruímos aquilo que era a verdadeira intenção da Esquerda desde sempre: A Família.

Onde isso nos levou? Para o rabo do mundo civilizado! Transformamos pais e professores em serviçais, introduzimos a ideia da Ideologia da Culpa, ao mesmo tempo em que construíamos tiranos com as fraldas cheias. E entregamos ao mercado de trabalho soberbos com conhecimentos escorrendo das pernas.

Tudo o que a Esquerda tocou e ainda toca arruína.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: