O vício da bandeira política

É um vício, nos dias de hoje, como uma droga potente demais… Falo desse hábito nocivo de criar bandeiras políticas de questões humanas importantes e socialmente impactantes. Cito algumas: direitos civis, movimentos antiguerra, ambientalismo, o político-corretismo, “racialismo”, sexualismo, assistencialismo, estadismo, comunismo, socialismo, o culpismo absoluto

O problema é que ao se fazer bandeira política e ideológica disso tudo, joga-se uma fumaça no ambiente que cega tanto atores como autores, porque o que sobrevive, a experiência tem mostrado, não é o conteúdo ou o desejo sincero de praticar algo evoluído, mas o mecanismo em si. Então nasce e vivifica o reacionário, o reativo, o ladrão de energia, o revoltado sem causa, o porra louca, o jihadista, o fanático, o homem bomba, o opinador-pelego de Rede Social, o black block…

Quem se posta a empunhar bandeira no alto de uma colina lunaticamente, qualquer bandeira, como se a realidade no seu entorno fosse ficção, se torna o escravo perfeito, a negação do fator humano. E Entra na batalha então o hipócrita, portando as armas mais letais e as defesas mais intransponíveis. Ele nem percebe que o que o levou até ali, brandindo tresloucadamente sua subserviência total, virou seu tutor, seu totem.

Aí vem o eleitor e dá poder a ele. Agora, o fanático com a bandeira bizarra no alto da coluna se transformou num líder. Bom, todos os que o seguirem, naturalmente acabarão no alto da colina fazendo o mesmo, porque liderar é gerar exemplos. E morrerão em vida matando o ser humano dentro para florescer a formiga-operária-útil. E o ignóbil então ganha!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: