No cabresto de Minessota e Oxford… Ganha a desinteligência

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) se baseia nos estudos da Universidade de Minessota (EUA) e Oxford (Inglaterra), para caírem de pau na hidroxicloroquina no combate ao Covid-19. Um incrível paradigma, descabido quando o assunto é salvar vidas no meio de uma pandemia monstruosa do vírus chinês.

A SBI, simplesmente, à revelia de descobertas importantes por importantes centros científicos pelo planeta, exige excluir dos protocolos de ataque à Covid-19 o medicamento.

Ora, a militância não encontra lugar, nem hora e pouco se preocupa mesmo com a vida humana. O estudo que hipnotiza a SBI simplesmente não passou pela revisão de outros cientistas. Ou seja, a tão importante Revisão por Pares.

Por problemas técnicos a pesquisa da Universidade de Minessota deixou de testar quase a metade dos 451 pacientes envolvidos. Os voluntários não hospitalizados deste estudo possuíam os sintomas gripais e apenas 58% deles realizaram os testes laboratoriais devido a falta de testes nos EUA. Ou seja, estamos falando de um estudo em que quase a metade dos pacientes estudados não tinha diagnóstico de Covid-19, a doença a ser estudada pelo estudo!

O estudo da Oxford só avaliou casos de pacientes hospitalizados com a doença e não o uso do remédio para prevenção ou com casos leves de Covid-19.

Finalizando, os dois estudos são rasos, enganadores e nada científicos. Aí vem a medicina brasileira e opta por seguir o engano. Só pode ter coisa aí! Tem uma agenda oculta perigosa. Um estudo falho, raso, orienta os profissionais da infectologia no Brasil e espalha confusão pelas redes sociais. Um mistério! O Brasil está cercado de inimigos. Incrível!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: