Bolsonaro entra de peito aberto na luta para proteger a liberdade de expressão

Segunda, 27 de julho, às 18h, pela primeira vez o presidente Jair Bolsonaro protocolou, via Advocacia da União, uma ADIn – Ação de Inconstitucionalidade no STF, com o objetivo de fazer cumprir os dispositivos constitucionais. A ação se baseia no Artigo Quinto da Carta Magna.

O ato visa proteger o direito do cidadão de expressar sua opinião e pasme você, não contra um tirano, mas contra o próprio STF. Um caso único na Justiça mundial em tempos de paz.

A ação aconteceu depois do direito mais básico da democracia brasileira ser jogado no lixo pelo ministro do STF, Alexandre de Morais, que simplesmente bloqueou as contas privadas de opinião de Conservadores e apoiadores do presidente no Twitter.

Um ataque tão feroz contra a liberdade de expressão que obrigou o chefe do poder executivo a agir para fazer valer a constituição. O STF agora vai ter que julgar a ação de um de seus magistrados. Uma vergonha jurídica! Um escândalo, um atentado!

A Esquerda leva um chute no traseiro pelego e o Brasil responde a tal ataque usando as ferramentas da democracia nas mãos de seu guerreiro mais famoso, o presidente eleito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: