O ninho da gente

Não existe melhor lugar no mundo que o ninho da gente, o lugar onde dominamos suas fronteiras, conhecemos suas reentrâncias, suas possibilidades, seus habitantes. O melhor lugar do mundo é onde escolhemos e batalhamos para conviver os nossos dias, o lugar onde nossos sonhos se misturam com nossas atitudes, nossa esperança se confronta com as lutas cotidianas.
Pois bem, o nosso ninho completa 86 aninhos de vida. Mas antes de procurarmos tirar mais do que ele já nos deu, sugar mais do seu mel, proponho uma nova visão de ninho, um novo olhar pensando no futuro da árvore da vida, que sustenta nossa aconchegante morada.
De minha parte, vou procurar pensar em como vou me doar para fortalecer e vivificar a estrutura social na qual meu ninho se encravou. E isso representa pensar mais no contexto do que na minha expectativa, mais no entorno do que no meu ego, mais nas redondezas do que no meu trono.
E você? Qual o presente que você vai dar para o ninho? Como você vai investir nele? Qual será a sua atitude para dar sustentabilidade ao casulo, à toca, ao abrigo? Sua cidade deverá continuar te provendo ou você vai olhar para ela de uma maneira mais gentil, mais responsável, mais doce, mais profunda, mais grata, mais generosa, mais inteligente, mais fraterna e compartilhadora?
Você vai agir como aquela ave que, para sobreviver das benesses e da atenção paterna, derruba o outro para fora do ninho a fim de sobreviver a qualquer custo? Os seres à sua volta serão vistos como inimigos ou como parceiros de viagem? Sua ânsia por poder e fortuna vai ser maior do que sua capacidade de se doar, de amar com exigência?
A vida é uma viagem e um pé no chão, ao mesmo tempo. Se a viagem é o sonho, a esperança, o desejo, o pé no chão é a sua capacidade de transformar o ninho num paraíso seu e de quem você escolheu para compartilhar a viagem.
Bom, tivemos 86 anos para aprender como se constrói uma comunidade, agora é preciso aprender em menos tempo, como dar sustentabilidade a tudo isso, como conservar as conquistas e como reinterpretar os novos desafios. O resultado no futuro será um espelho de como foi a sua atitude no presente.
Qual o melhor presente para o nosso ninho, já que ele aniversaria? Darmos o nosso melhor para ele. E no rastro, carregar nosso Brasil junto! Feliz idade, Capital do Trabalho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: