Um milhão e meio de esquecidos

Incrível, é de não acreditar, mas acredite: no meio de uma pandemia virótica letal, 1,5 milhão de pessoas não compareceu para tomar a segunda dose de uma vacina que é a única ferramenta, única ferramenta para prevenir um contágio perigoso.

É quando se separa o povo do cidadão, os adultos das crianças. Povos são óbvios, domáveis, fáceis de enganar, sua responsabilidade social é curta porque não se vê como cérebro pensante e crítico. O que faz alguém que deve tomar uma vacina que é gratuita, não comparecer à segunda dose, talvez seja o mesmo motivo que faz eleitores elegerem gente que não presta.

Deu, não é? Lembra que o Brasil precisa de um novo brasileiro, porque o brasileiro que fomos não presta ao novo Brasil. Reclamamos dos políticos, das instituições irresponsáveis, mas quando precisamos dar a nossa contribuição individual, simplesmente deixa-se de lado a cidadania e se faz o governo federal gastar dinheiro à toa em vacinas que o interessado não está mais tão interessado assim, porque acha que está enfim livre como um passarinho.

Infelizmente, não é assim. Não somos passarinhos voando pelo céu, somos a parte que Deus escolheu para ser diferente de tudo. Por isso esta responsabilidade enorme em construir histórias inteligentes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: