Por que o Brasil, um país tão rico, é um país ainda pobre?

Porque ele é agressivo ao negócio, porque é contra o emprego, contra o investimento, contra o empreendedorismo, contra a energia barata, contra ideias novas e revigorantes.

Porque fomos, nos últimos anos, enganados por um pensamento nocivo que só nos trouxe vergonha na Educação, desconstrução de crianças e adolescentes, desemprego aos milhões, decadência moral, ataques contra a família tradicional, decomposição de conceitos milenares tão antigos quanto verdadeiros.

Porque não nos importávamos com um Fernando Henrique no poder, com Lula no poder, com Dilma no poder, com Temer no poder. Fomos cuidar das nossas vidas e agredimos nosso ninho permitindo que canalhas com doçura nos caninos sedentos nos liderassem. E deu nisso!

Porque não soubemos entender que o sindicalismo jihadista daqui nunca foi uma ferramenta democrática de riqueza, ao contrário, se transformou num corporativismo sádico que enforcou a geração de emprego e produziu miséria, na mesma proporção que sustentou uma elite social-comunista, enriquecendo-a a olhos vistos e de maneira fulminante.

Deixar vícios para trás é o mínimo que alguém que pretenda se mover pela inteligência social deve fazer. Lembre: você apagou rastros que o levavam ao inferno existencial, quando optou por olhar além do horizonte. Você, que deixou tudo o que a Esquerda Nojenta nos trouxe, é o autor e ator de uma nova sociedade.

Há uma guerra se aproximando e você está sendo chamado para defender o teu país de vários inimigos. E todos esses inimigos são cria da Esquerda, são restos de uma civilização tirânica e caótica que, por onde passou, deixou corpos apodrecendo nos campos e nas construções, sob um solo rico em riquezas naturais.
Se a riqueza de uma nação não pode ser distribuída para o seu povo através da geração de emprego, este povo está no lugar errado e a sua própria existência não serve para nada aos olhos de Deus.

Por que somos ainda pobres sendo abençoados com tantos recursos naturais? Porque a raiz da miséria é política. Um povo não politizado pelo lado correto e lúcido não é um povo, é um amontoado de parasitas vivendo das suas próprias entranhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: