O perigo de ser o otário que a Esquerda deseja que você seja

A Esquerda é especialista em propaganda e contra-propaganda, por isso a facilidade com que este grupo manipula as pessoas desavisadas. Uma dessas estratégias espertas é conceituar tudo o que lhe contradiz como “Direita Radical” ou “Radicalismo de Direita”.

Mas quem ainda permanece sendo dono de seus neurônios, ou dono de si mesmo, percebe que tudo é um jogo nojento de imposição da narrativa de Esquerda. No fim, tudo se represa ali. Porque o Esquerda é doutor em contaminar os arredores com a Ideologia da Culpa. E muitos nem se percebem. Incrivelmente nos dias de hoje, depois de tudo o que passamos como nação, ainda se avolumam os incautos. O rebanho é reativo na sua essência, não porque é inteligente, descolado, estudado, politicamente correto, mas porque é burro, escravo de si mesmo, a legião do idiota-útil em movimento contra a roda da inteligência social.

E fica sob uma cortina de fumaça, uma cortina de dúvida, aquilo que é de claridade enorme: não há “Direita Radical”, há uma indignação moral em contra-revolução. O cidadão acordou de uma bordoada, foi para o canto do ringue, tomou água, molhou o pescoço e voltou para o centro do ringue modificado. O Esquerda precisa que você repita a narrativa dela como um mantra, isso é de propósito, porque você, para ele, é só um saco de pancada que subiu no ringue para apanhar. Esse é o paz e amor que ele pratica. Na visão doentia da turba enlouquecida.

Chamar o cidadão que vê diferente o fenômeno social, que resiste à construção de uma moral nociva, que transcendeu enfim, de “Genocida”, “Direita Radical”, “Racista”, “Homofóbico”, faz parte de uma estratégia apenas. Estamos numa guerra moderna de contra-revolução para resgatarmos a direção de um caminho que perdemos, nada além disso. Estamos buscando as mínimas condições humanas de poder reiniciar nossa nação.

Você não é “Direita Radical”, você é alguém que decidiu não apanhar mais, como um palerma, sem reagir. Você faz parte agora de uma ação contra-revolucionária pela volta do equilíbrio, nada além disso. Porque o brasileiro que você foi fez mal à Pátria Mãe. Só isso! O resto é cascata marqueteira, diarreia de narrativas de otários com as nádegas gostosamente marcadas com o ferro do parasitismo ideológico nocivo que quase destruiu o Brasil. O teu país!

Se te chamarem de “Direita Radical” é porque tua resistência está causando dor! E vai ter que ser pela dor, “camarada”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: