A censura criminosa do Facebook

Impressiona a batalha ideológica que o Facebook, Twitter impõem ao cidadão. Além de um franco desrespeito à Constituição Brasileira, por isso mesmo um ato criminoso, já que nossa Carta Magna garante por direito insubstituível a opinião, as redes sociais se mostram implacavelmente nocivas ao contraponto, à outra visão, inclusive visão científica sobre, por exemplo, o uso da Ivermectina.

Quem é o Facebook para desmentir cientistas, médicos, pesquisadores? Quem dentro da instituição midiática tem a verdade absoluta sobre o uso de medicamentos como uma saída a “não morte”?

Então, não é justo acrescentar à lista de “genocidas” (esquerdopatas adoram essa palavra) talvez porque lhes lembre seus heróis, Che Guevara, Fidel, Stálin, Pol Pot, Mao, Chavez, Maduro, Peron, Goebbles, Marx, o Facebook?

Como não? Pois ao satanizar encarnecidamente e ideologicamente o uso de medicamentos que já se mostraram francamente combatentes poderosos da atual pandemia chinesa, quem o faz na verdade presta um desserviço ao seu cliente e provoca um ato de guerra contra as sociedades.

Então, acrescente aí à lista de genocidas da Covid: o Facebook, que se junta ao Twitter nesta escalada nociva. Uma pena, que estagiários da Pátria Educadora sejam os censores dessas redes sociais e tratem adultos como se fossem crianças de creche.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: