Tempo, o Santo Graal da vida – uma vibe com Doctor Patzlaff

Nem respirar é, nem pulsar, nem perceber, nem sentir, nem suar, nem latejar, nem existir, nem viver em si, nem coexistir. Muito menos gritar, amar, perseguir,, cabrestear, lutar, reagir, revolucionar, garimpar, andar, correr, tomar poder, poder tomar, suceder, conquistar, perguntar, responder, vislumbrar, cantar, deixar legados.
Nem oprimir, nem ter sucesso, nem derrotar, nem aplaudir, muito menos ser aplaudido, escrever, poetizar, ser notado, viver para ser percebido, atingir alvos, errá-los, carregar multidões atrás de si, sentir-se um Deus diante dos agora “teus”.

O Santo Graal da vida, a coisa mais importante da existência é o “tempo”, simplesmente porque nunca conseguimos e jamais conseguiremos controlá-lo, muito menos domá-lo. Seremos sempre jogados para fora de seu dorso arisco porque ele é eterno e somos, diante dele, poeira cósmica, grãos de areia, átomos, itens, apenas isso.
Ora, se aceitarmos que somos inúteis diante do “tempo”, há que aproveitar nossa estadia física aqui. Esta dimensão que chamamos vida, dessa forma, passa a ser tão somente uma oportunidade que o “tempo” está nos agraciando, premiando.

Então, bora aproveitar o “tempo” para construir não algo em si mas em alguém. O mais sensacional de tudo é que ganhamos do Criador uma máquina do tempo chamada “memória”. Eis a única maneira de congelarmos o “tempo” de alguma forma, mesmo que por vãos e impenetráveis segundos. Imaginemos assim o mundo e tudo passa a ser ressignificado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: