Carta de um brasileiro ao “Refugiado”

Refugiado, se você vai para outro país e continua votando na Esquerda, tua miséria mental agora migrou junto contigo para o país que te recebe. Ao cruzar a fronteira, renasça. Mate quem você era como eleitor porque não deu certo lá, não dará certo aqui, a não ser fazer daqui o inferno que era lá.

E já temos a nossa milícia ideológica do mal fazendo isso, consumindo vorazmente nossa sociedade e nossas riquezas naturais. Siga os passos dos nossos italianos, alemães, japoneses, portugueses, poloneses, etc…! Aqui não é lugar para parasita, já temos os nossos e está difícil sustentá-los.

Ganhou o direito de ser cidadão cá, não seja o cidadão que você foi lá. Porque este cidadão que atravessou a fronteira é um fracassado, um derrotado, um irresponsável, senão não estaria fugindo da pobreza de seu ninho sem lutar.

Aqui, em terras brasileiras, tem que trabalhar duro, tem que respeitar os símbolos nacionais e não usar a nação como trampolim para ganâncias e lucro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: