O genial general Sun Tzu Bolsonaro e o camaleão brasileiro

Você pode, se ainda tem mais de 2 neurônios intactos, ou seja, não pode ser um fanático de Esquerda, refletir sobre as vantagens de uma aproximação com a Rússia, principalmente no momento planetário atual. Parabéns, mais uma vez ao presidente Bolsonaro, que vem se revelando um estrategista de primeira. Ironicamente, leu várias vezes o estrategista e filósofo chinês Sun Tzu e o está aplicando com maestria.

A Rússia agrega à produção nacional cerca de 144 milhões de bocas, aumenta nossa capacidade de lutar por preços justos, nos tira da mão dos atravessadores mundiais conhecidos, desfragiliza nossa defesa contra compradores ávidos e gananciosos, amplia e potencializa as fronteiras econômicas de mercado, mostra para China, EUA e Europa que deixamos de ser um pesado paquiderme para sermos um ágil camaleão.

E mais! Deixamos claro que nossa capacidade de nos reinventar continua vigorante, pulsando, em meio à pandemias estratégicas, volatilidade de mercados, medos, caos e uma luta encarniçada entre Bem e Mal.

Mas tem muito mais ainda! Os mercados que nos “tinham na mão”, vão ter que descer da soberba, deixar a predadora posição de ataque e se defender também e isso aumenta nossas chances nas mesas das infindáveis negociações. Como o disse Sun Tzu “Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que ela é abundante”. E disse mais, disse “A habilidade de alcançar a vitória mudando e adaptando-se de acordo com o inimigo é chamada de genialidade”.

O recente susto que levamos com a China simplesmente “desistindo” de 300 mil toneladas de carne bovina para tão somente baixar preço, fez-nos precavidos e o governo conservador e de Direita atual, ou seja, uma gestão que não rouba, uma gestão pragmática e técnica, rapidamente se adaptou e aumentou novas frentes de mercado. O resultado foi uma vexatória derrota da China.

Estamos bem, muito bem, cidadão! Finalmente temos um presidente que realmente ama o seu ninho e gasta energia para melhorá-lo, não para roubá-lo, extorqui-lo. O camaleão brasileiro foi à luta. E morde, companheiros!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: